Correção de hérnia associada com abdominoplastia

Hérnia, nada mais é do que o escape parcial ou total de um ou mais órgãos por um orifício que se abriu por má formação ou enfraquecimento nas camadas de tecido protetoras dos órgãos internos do abdômen. As mais comuns são: no umbigo (umbilical), na linha média acima do estômago (epigástrica) e na altura da virilha (inguinal). Quem sofre com esse mal, talvez não saiba que a correção pode ser aliada a uma plástica no abdômen como por exemplo, a abdominoplastia.

A hérnia pode ser corrigida no mesmo procedimento cirúrgico, desde que as condições físicas do paciente, permitam. Ao realizar a correção da hérnia, melhora-se também a estética do umbigo, que geralmente salta para fora, ficando bem evidente. Em alguns casos, quando a hérnia umbilical é muito grande, recomenda-se primeiro corrigir a hérnia e, em um segundo momento, fazer a cirurgia estética.

A hérnia pode ser diagnosticada pelo cirurgião no exame e avaliação que antecede a cirurgia, um dado importante é que 30% dos pacientes que fazem plástica de abdome apresentam hérnia umbilical. A maioria não sabe, pois pode ser pequena, não causando desconforto. Vale também ressaltar que a incidência de hérnia é bem comum em mulheres que já foram mães, devido à distensão do abdômen na gravidez.

Converse com seu médico para se orientar qual a melhor estratégia para correção.


Assuntos relacionados: abdominoplastia



Artigos relacionados


Perguntas

Telma
Abdominoplastia
"Minha barriga devido as duas gravidezes, tem repuxado muito, gostaria de saber se não for caso de estetica o Ipasgo cobre?"

Beiatriz R. S. Albino
Abdominoplastia
"Boa tarde. Tenho muitas cicatrizes no Abdômen. A primeira, foi devido uma cirurgia de apêndice que não me incomodava na adolescência. A segunda, foi durante a gravidez de minha primeira filha (muitas estrias). Esta sim, destruiu minha autoestima, ficou muito flácida e parecendo uma meia rasgada. Acima da primeira cirurgia formou-se uma elevação. Para piorar, há quase dois anos, passei por uma cirurgia para retirar aderências e, na época desta cirurgia, o médico cogitou a necessidade de fazer uma cirurgia plástica. Porém, não realizei por alguns motivos e hoje me arrependo. Todos que olham meu abdômen acham ser uma queimadura. Então gostaria de saber se realizar uma abdominoplastia correria o risco de formar aderências de novo? Sabendo que as aderências voltaram da última vez. "